Manuais Escolares Gratuitos para Todos os Alunos 1.º Ano ? Não Concordo

Publicado em Atualizado em


Prefiro que todos os agregados familiares detentores de abono de família, nos “antigos escalões” de 2009, onde existia até ao 5.º escalão (devem estar recordados ?!? ), fossem abrangidos! 

Discordo porque teremos famílias abrangidas sem realmente estarem carenciadas. Parece-me que devemos comparticipar e muito bem, mas a quem se encontra enquadrado com escalão/abono de família, mas pela tabela de 2009, para recordar… fica aqui.

Quem trabalha nas secretarias tem conhecimento de muito boa gente que se está enquadrada no escalão A e B , quando demonstram manifestamente exposição à riqueza a olhos vistos, não precisamos de olhar para a rua, basta apreciar os porta-chaves do SLK e smartphones que ficam bem acima dos 618 Euros.

Aqui Montantes Atualmente em vigor

10 opiniões sobre “Manuais Escolares Gratuitos para Todos os Alunos 1.º Ano ? Não Concordo

    Anónimo disse:
    11 de Março de 2016 às 9:00

    A Autarquia local oferece os manuais do 1º Ciclo a todos os alunos, já alguns anos.

    AT, quem está nos 4ºe 5º escalões claramente não necessita de qualquer ajuda… os escassos recursos que temos, são mais bem empregues noutras situações…

    Anónimo disse:
    11 de Março de 2016 às 9:36

    Conclui que, os mais ricos cada vez mais enriquecem à custa dos pobres. Quem paga os manuais às editoras, indiretamente todos nós, os grandes lobies implantados no sistema político na sua plenitude enchendo os bolsos.

    Anónimo disse:
    11 de Março de 2016 às 12:43

    É outra coisa, pensem mais longe. O objetivo não é comparticipar nem discriminar com tabelas mas antes tornar a educação como algo de acesso universal e sem custos. Algo como a saúde, apesar das taxas moderadoras, e isto, finalmente, é um importante avanço na Educação. Esta medida é só o primeiro passo até ao 12* ano. Finalmente começamos a trilhar um bom caminho em que todas as crianças terão o mesmo tratamento e isto gerará uma nova mentalidade, em todos, crianças e adultos. A mentalidade que o AT aqui expressou é a mentalidade velha conservadora do “utilizador pagador” e outros epítetos. O AT ainda não percebeu que isto é novo e que isto é o princípio da revolução. E não venham com os discursos intoxicados do dinheiro que isto custa, pois aqui vale a pena gastar, mais vale isto que submarinos ou faqueiros de prata, etc. Custe o que custar, aqui vale a pena gastar; é o futuro do país que esta em causa.

    Blogue Assistente Tecnico disse:
    11 de Março de 2016 às 22:56

    Anónimo 1 ; Pelo facto das autarquias oferecerem, não quer dizer que concorde com o procedimento. Tenho aqui uma autarquia, uma das mais endividadas do País e também oferece, apenas para comprar voto! Conhecendo o meio socio-económico de muitos, face à demonstração de riqueza externa, julgo que uns meros 150 euros em manuais, não lhe façam tanta diferença no orçamento familiar.

    Quem está no 4º escalão, não aufere tanto quanto isso..

    Blogue Assistente Tecnico disse:
    11 de Março de 2016 às 22:59

    Anónimo 2 , não me parece uma justiça socialmente democratica, basta comparar determinados cenários; um casal que aufere 530+530 e outro 1000+1000. Não se esqueçam a origem das receitas das autarquias que oferecem os manuais.

    Blogue Assistente Tecnico disse:
    11 de Março de 2016 às 23:04

    Anónimo 3, sugiro nova leitura… Como ainda não percebi, quer explanar melhor o seu ponto de vista ?

    Para si, é socialmente correto, que um agregado/familia que aufere 2000 euros de rendimentos mensais, suporte apenas os 5 euros de taxa moderadora; Como na família do António que aufere aufere os 530 eur… aplique o mesmo raciocínio nos manuais escolares.

    Temos conceitos diferentes de justiça social. Repare como é que funciona o IMI…

    Anónimo disse:
    12 de Março de 2016 às 0:04

    Sim, temos conceitos diferentes. Conceitos diferentes daquilo que deve ser uma sociedade equilibrada onde os impostos sobre o rendimento e sobre o comércio sejam suficientes para que o Estado preste um serviço igual e gratuito para todos, suportado pelos nossos impostos que devem ser aplicados correta e responsavelmente sem mais taxas e taxinhas em tudo e em nada. Não me importaria de pagar mais impostos retirados do parco vencimento se esses impostos servissem de facto o povo, todo, sem distinção. E isto não é utopia, os países mais desenvolvidos do Mundo já funcionam assim há muito; basta copiar, nem sequer é preciso criar nenhuma comissão ou grupo para estudar o assunto, basta copiar e deixar as bolorentas ideias da dita “justiça social” introduzidas com o propósito mesquinho meramente financeiro; desculpas para justificar as medidas de austeridade que à custa de tão repetidas se solidificaram nas mentes que nelas passaram a acreditar sem mais nenhum espírito crítico. Acreditam tanto que a sociedade só pode ser assim como uma fé religiosa; imutável, porque nunca conheceram nada de diferente.

    Unknown disse:
    16 de Março de 2016 às 15:24

    Pois eu concordo. E concordo que sejam gratuitos até ao 12º ano. E caso não sejam gratuitos que sejam ao preço dum livro normal ( cerca de 12€) e não a enormidade de valores que as editoras praticam com o concluio do Ministério da Educação e Ministério das Finanças. Uma situação ( livros escolares grátis) nada tem a ver com a possível reposição de abonos de família. Pela tua ordem de ideias, como não alteram o sistema do Abono de família, então também não se concorda com livros grátis. Mais um tiro ao lado, AT

    Frankie

    Unknown disse:
    16 de Março de 2016 às 15:25

    Pois eu concordo. E concordo que sejam gratuitos até ao 12º ano. E caso não sejam gratuitos que sejam ao preço dum livro normal ( cerca de 12€) e não a enormidade de valores que as editoras praticam com o concluio do Ministério da Educação e Ministério das Finanças. Uma situação ( livros escolares grátis) nada tem a ver com a possível reposição de abonos de família. Pela tua ordem de ideias, como não alteram o sistema do Abono de família, então também não se concorda com livros grátis. Mais um tiro ao lado, AT

    Frankie

    Blogue Assistente Tecnico disse:
    16 de Março de 2016 às 21:20

    Eu também gostava dos livros gratuitos no ensino superior!!

    Mas como tenho de rendimentos 5.000 euros/mês, tenho possibilidades de os pagar na totalidade sem qualquer ajuda do estado. Daí entender que a comparticipação seja para quem precise.

    Não temos de ter todos as mesmas ideias.

    Frankie, neste espaço é muito natural que verifiques testemunhos que não acompanhe o teu raciocínio. Caso concordássemos todos, em muitas matérias provavelmente este espaço não existia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s